Entrada > Notícias > Criação de Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos em Saúde aprovada

Criação de Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos em Saúde aprovada

Atividades de Intervenção

A Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde, da qual a ESS | P. PORTO faz parte, aprovou a criação da sub-rede RIETS. Especializado no eixo Ibero-Americano, este organismo pretende fortalecer os sistemas nacionais de saúde de cada país-membro através de um maior foco na formação de profissionais.


No passado dia 4 de Março, numa reunião de membros da Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde, foi formalizada a criação da Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos em Saúde. 

Com a missão de fortalecer o SNS de cada país-membro, a RIETS tem como princípio basilar o pressuposto de que a qualificação de Técnicos em Saúde é fundamental para o bom funcionamento dos subsistemas de saúde. Só assim será possível atender às necessidades da população de cada país-membro. Além de seguir os valores da cooperação Ibero-Americana, o trabalho da RIETS irá ser pautado por uma colaboração horizontal baseada na solidariedade, respeito mútuo e pelas prioridades nacionais e na confiança entre membros.

A criação da RIETS iniciou-se em outubro de 2020. A proposta recebeu o apoio de 17 membros de 10 países diferentes - Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai -, o que permitiu à Secretaria Executiva da RETS, em conjunto com o Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Cris/Fiocruz), dar seguimento ao processo. Além da implementação desta sub-rede, membros de oito países (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, peru, Portugal e Uruguai) aprovaram o regulamento e o plano de trabalho para os dois anos seguintes. 

Autor

arpl

Partilhar