Entrada > Clínica pedagógica > Serviços > Terapia da Fala

Terapia da Fala

A Terapia da Fala atua na prevenção, avaliação, intervenção e estudo científico das perturbações da comunicação humana, englobando não só todas as funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita, mas também outras formas de comunicação não verbal. Para além destas áreas, intervém, ainda, ao nível da deglutição (passagem segura de alimentos e bebidas através da orofaringe de forma a garantir uma nutrição adequada).

A Terapia da Fala pode ser indicada em indivíduos de todas as idades – recém-nascidos, crianças, jovens, adultos ou idosos – com ou sem patologias diagnosticadas, tendo por objetivo geral otimizar as capacidades de comunicação e/ou deglutição do indivíduo, melhorando, assim, a sua qualidade de vida (ASHA, 2007).

Quando procurar a prestação de cuidados de saúde na área de Terapia da Fala?

Se o seu filho:

- tem mais de 2 anos e ainda não fala

- tem dificuldade em interagir com os outros

- tem dificuldade em se fazer perceber

- troca sons (na fala) ou letras (na escrita)

- tem dificuldade em compreender os outros

- fala muito alto e fica rouco com frequência

- gagueja ou faz esforço para falar

- tem problemas de audição e na fala

- tem/teve uma alteração craniofacial (p.e. fenda labiopalatina) que trouxe consequências ao nível da fala e/ou deglutição

- está a fazer tratamento ortodôntico e precisa de treinar a fala e/ou a motricidade oral

- está impedido de falar e precisa de outra forma de comunicação temporária ou definitiva

Se é jovem, adulto ou idoso:

- gostaria de melhorar a forma como comunica

- gagueja e considera isso um problema

- fica rouco ou tem dificuldades em projetar a sua voz

- teve um problema de saúde (p.e. AVC) e não consegue falar corretamente ou compreender bem o que lhe dizem

- fez uma cirurgia (ou teve um acidente) que trouxe consequências ao nível a fala ou da deglutição

- tem uma doença degenerativa e quer encontrar soluções para o futuro ao nível da comunicação e deglutição

- quer fazer um rastreio e/ou prevenir problemas de comunicação e/ou deglutição 

 

O que pode esperar dos cuidados de saúde prestados no âmbito da área de Terapia da Fala?

Na(s) primeira(s) consulta(s) é realizada uma entrevista e uma avaliação. A entrevista consiste na recolha de informações pessoais e clínicas à pessoa ou seus cuidadores no caso de se tratar de uma criança ou um adulto com incapacidade grave de comunicação. Para a avaliação das capacidades do cliente são utilizados, geralmente, testes padronizados (formais). Em algumas situações, não sendo possível a utilização de testes formais, ou por forma a complementar a avaliação, o Terapeuta da Fala poderá fazer uso de testes não padronizados (informais). Nesta consulta, é fundamental, fazer-se acompanhar de relatórios de outros profissionais e/ou exames complementares de diagnóstico previamente realizados.

Caso haja necessidade de um acompanhamento terapêutico é delineado um programa de intervenção individual, que o Terapeuta definirá em parceria com utente e/ou aos seus familiares. Este programa pode ser implementado indiretamente, com orientações à família e consultas de follow-up, ou diretamente em sessões periódicas, individuais ou em grupo. A eficácia e sucesso da terapia depende grandemente do envolvimento da família. A duração do acompanhamento está condicionada, naturalmente, por vários fatores. No entanto, deverá, com regularidade, analisar com o Terapeuta da Fala os seus progressos ou do seu familiar.

 

Quais as intervenções ou os exames especializados que a área Terapia da Fala disponibiliza?

  • Consulta de avaliação (com ou sem relatório)
  • Sessão de intervenção individual
  • Sessão de intervenção individual (bloco de 10 sessões)
  • Sessão de intervenção em grupo (até 4 pessoas)
  • Ginásio de Voz (até 8 pessoas/sessão)